MMA MANDA MAIS UM PARA O TÚMULO

Neste sábado (11) morreu mais um lutador das chamadas  artes marciais mistas  (MMA): o estadunidense Tyrone Mimms, de 30 anos, que teve ataque cardíaco no vestiário, após ser derrotado num evento realizado na Carolina do Sul. Começou a passar mal, foi levado inconsciente para o hospital e sucumbiu.

Uma rápida pesquisa na internet me permitiu constatar que há um nítido esforço para encobrir e minimizar tais mortes. O dono do badalado UFC, Dana White, garante que se trata do “esporte mais seguro do mundo”.

Cada vez que algum lutador vai para um  seguro  caixão de defunto, a notícia sempre inclui especulações sobre se haveria uma lesão pré-existente no dito cujo. Afinal, a prioridade é garantir a continuidade do negócio, ainda que seja necessário acusar um morto de ter sido vítima de sua insensatez. Qualquer dia acionarão a família do coitado, exigindo indenização…

Para quem não tem cérebro de minhoca, pouco importa a tal lesão anterior, pois certamente decorreria também da prática do MMA. 

Na minha opinião, nunca haverá segurança ao se exporem seres humanos a socos e pontapés. E nem mesmo como esporte o brutal MMA merece ser considerado. Está mais para briga de galos.

Eis outras vítimas conhecidas das  rinhas de gente:

  • Douglas Dedge morreu em 1998, na Ucrânia;
  • um tal Lee em 2005, numa luta que teve lugar em restaurante da Coréia do Sul;
  • Sam Vasquez foi nocauteado em 20/10/2007 no Texas, passou por duas cirurgias para remover coágulo de sangue no seu cérebro, teve derrame e acabou falecendo em 30/11/2007;
  • nocauteado na Carolina do Sul, em junho de 2010, Michael Kirkham perdeu de imediato a consciência e foi declarado morto dois dias depois da luta; e
  • Dustin Jenson deixou o ringue caminhando, no último mês de maio, em Dakota do Sul, mas também piorou no vestiário e os médicos induziram-lhe um coma do qual não saiu.
Quantas outras terão existido, sem chegarem ao conhecimento da opinião pública?

Quantos debilóides ainda perderão a vida miseravelmente, obcecados por grana e fama?

Quantos ainda precisarão morrer para saciar a sede de sangue dos aficionados da selvageria e enriquecer abutres como Dana White?
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s