AGORA ENTENDO O LULA-LÁ: ELE ESTAVA CÁ E FOI PARA O LADO DE LÁ…..

Delfim Netto com o amigo de hoje
Houve um tempo em que Lula, o metalúrgico, era dr. Jeckyll para nós e mr. Hide para a direita. Chegou até a passar 31 dias preso no Deops, quando Paulo Maluf governava São Paulo.
No Brasil redemocratizado, o dirigente patronal Mário Amato garantiu que haveria uma fuga em massa de empresários para o exterior caso Lula chegasse ao poder. Derrotá-lo constituiu prioridade máxima para os grandes capitalistas nas três últimas eleições presidenciais do século passado.
Tudo mudou a partir de 2002, quando Lula, por intermédio do Zé Dirceu, pactuou com Mefistófeles… ou melhor, com Roberto Marinho e outros donos do Brasil.
Permitiram-lhe ganhar a eleição e ele permitiu que os banqueiros e demais expoentes da exploração do homem pelo homem dormissem tranquilos, com a certeza de que seus privilégios permaneceriam  imexíveis
Sucederam-se as fotos repulsivas de Lula aos beijos e abraços com figuras que ele e o PT antes acusavam de  inimigos do povo: Toninho Malvadeza, Renan Calheiros, Jader Barbalho, Fernando Collor, José Sarney, Paulo Maluf.
As mais chocantes foram as aproximações com Collor, que trombeteara para milhões de brasileiros sua infidelidade, a paternidade de uma filha ilegítima e a tentativa de convencer a mãe a abortar; e com Maluf, o antigo carcereiro, aquele cujo principal mote de campanha era “vou botar a Rota na rua!”.
E muitos no mercado financeiro sabiam que uma execrável eminência parda ditava a política econômica do Governo Lula, enquanto os Paloccis da vida posavam de ministros de Fazenda: o serviçal predileto dos generais ditadores e signatário do AI-5, Delfim Netto. Isto foi antes do Lula sair do armário, quando ele ainda tinha certo pudor em assumir publicamente suas relações promíscuas.
Ahora, no más! O  estranho casal  hoje se exibe com total desenvoltura, a ponto de o Delfim alinhar-se com os principais empenhados em blindar a imagem de Lula durante o julgamento do  mensalão  e o tiroteio eleitoral.
Delfim Netto com os amigos de outrora
Na sua coluna desta 4ª feira (26), ele não hesita em insinuar que a mídia, assumindo “o partido que melhor reflete sua visão de mundo”, está afrouxando “os compromissos com a moralidade pública”, ao publicar com destaque os “excessos verbais” e a “agressão selvagem” que tucanos & cia. fazem a Lula.
Delfim  –pasmem!– qualifica de  abusiva  a conduta de alguns meios de comunicação, por estarem  procurando maliciosamente, “no calor da disputa eleitoral, tentar destruir, com aleivosias genéricas, a imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ignorando o grande avanço social e econômico por ele produzido com a inserção social, o fortalecimento das instituições, a redução das desigualdades e a superação dos constrangimentos externos que sempre prejudicaram o nosso desenvolvimento”. 
Ele não se expressava de forma tão rebuscada ao bajular o carniceiro Médici. Sua retórica melhorou com o tempo.
O caráter, não. Coturnos ou sapatos, ele lambe o que for necessário para manter sua influência no círculo do poder
Quanto ao Lula, eu não chegaria ao extremo de afirmar que ele virou um  monstro  para nós. Mas, não resta dúvida de que os piores direitistas agora o veem como  médico.
Anúncios

11 comentários

  1. Mas Lula nao foi melhor que 8 anos de FHC?… se voce não pode comer o prato todo não é melhor ir comendo pelas beiradas? Só teve merda no governo Lula/Dilma?

    Curtir

  2. Quanto à política econômica, que realmente define o caráter de um governo, não há diferença entre a de FHC e a do Lula.

    Então, limitado a decidir miudezas, o Governo Lula não fez avançar um milímetro a revolução e, pior, a desmoralizou, pois o povo pensou que é ISSO o que os revolucionários fazem: favorecer os banqueiros e grandes capitalistas exatamente como os partidos convencionais.

    Curtir

  3. Prezado Celso,

    creio que o amigo está esquecendo de que nosso país foi 'montado' pra não funcionar (por quanto tempo mesmo? alguém da patuléia disse 500 anos?)!!!

    Lula foi eleito para ser presidente do Brasil e não diretor de escola de padres. Assim, teve que 'jogar' parte do 'jogo'; “dançar” miudinho; acender velas pra Deus e o Diabo; e caminhar por um vasto campo minado “plantado” por fhc et caterva!! sempre com o PiG cavando-lhe os caminha à frente….

    e o tempo passou…

    e hoje percebemos um Pnad, idh, juros,, olimpíadas de matemática das escolas públicas… “como nunca dantes na história deste país”.

    pena que em Sampa ainda é o túmulo do “samba” mas… (“… vai passar nesta avenida um “samba” po-pu-lar…”)…

    boa sorte cidadão parceiro na tua empreitada com o 50005.

    meus 3 filhos votam aí e já lhes pedi o voto! (pelo menos pedi).

    Márccio Campos
    rio de janeiro 2016
    maravilharemos o mundo!!

    Curtir

  4. Celso,

    Lava sua boca para falar de Lula! Se vc tivesse feito um 1% pelo brasileiro o que ele fez ainda teria que se ajoelhar no milho para se referir desta maneira a ele! Va se masturbar nas suas teorias de perfeccionismo moral, e deixa os outros fazerem as coisas de verdade e melhorarem de verdade a vida do povo! Tem que ter muita coragem para falar alguma coisa depois dos ultimos numeros do IPEA sobre desigualdade para vomitar asneira deste jeito! Um dia vc chega no paraiso! Pode ter certeza! Nao precisa ficar sonhandocom ele na terra, nao! Vc ainda vivera em mundo perfeito, pode ter certeza! Ah! E de novo: lava a boca antes de falar de Lula! E tchau para sempre, radicalzinho de academia!

    Curtir

  5. Márcio,

    estamos no 5º governo consecutivo de pessoas que representa(ra)m diferentes aspectos da esquerda: um intelectual, um sindicalista e uma guerrilheira urbana.

    É triste constatar que continuamos um dos países mais desiguais e com maior concentração de renda do planeta, exibindo um ìndice de Desenvolvimento Humano sofrível.

    Então, faltou, sim, disposição para lutarem contra o poder econômico e até contra os jurássicos da caserna. Ficaram devendo.

    Pequenas conquistas, políticas sociais, etc., não os redimem de terem deixado de fazer o mais importante.

    É o caso de a Dilma ter evitado cumprir a decisão da Corte de Direitos Humanos da OEA, que exigiu a apuração dos crimes no Araguaia e a responsabilização dos torturadores, e oferecido em troca uma Comissão da Verdade cujo único resultado concreto, até agora, foi a alteração da “causa mortis” no atestado de óbito do Vladimir Herzog.

    Ou seja, esperávamos muito e recebemos quase nada.

    Curtir

  6. A resposta que postei acima é ao Márcio CAMPOS.

    Quanto ao Márcio COSTA, só posso dizer que compreendo seu fanatismo em relação a pessoas. Torcedores de futebol e fãs de músicos têm a mesma reação quando atingimos seus ídolos.

    Mas, personagens históricos não podem ser julgados apenas pelo que fizeram. Temos de levar em conta também o que deixaram de fazer.

    Como o povo sempre foi tratado a pontapés no Brasil, parece que o Lula fez muito. Pegue o programa original do PT, de 1979, e você perceberá o quanto ele deixou de fazer.

    Curtir

  7. É uma pena.
    Quando FHC disse: “Eu traí os anseios da pátria”, chamou-nos de vagabundos, tupiniquins, caipiras, não lembro de tamanha reação.
    Há quantos anos o Brasil vinha sofrendo, sendo tutelado por entreguistas e por uma mídia corrupta onde, parece, que todos querem aparecer nela.
    O mundo muda a cada minuto e a transformação agora é que está sendo observada – afinal foram 500 anos de descaso com o povo – e é humanamente impossível mudar de uma hora para outra o que fizeram em detrimento do país.
    Só o FHC fez várias mudanças constitucionais contra a soberania do país – e isto não se muda de uma hora para outra.

    Não sei o que está por trás deste blog com esta reação.
    Mas democracia é liberdade e consciência política.
    Obrigado pelo espaço democrático – mas muito obrigado mesmo – estou me retirando.
    Um abraço a todos.
    E mais uma vez – obrigado.

    Curtir

  8. Henrique,

    o que há é muito simples, e você saberia se acompanhasse há algum tempo este blogue, ou se lesse outros artigos em que citei o Delfim Netto. A tag facilita a localização.

    Sempre considerei os signatários do AI-5 tão culpados pelas torturas e mortes dos meus companheiros quanto os próprios Sérgios Fleurys e Brilhantes Ustras.

    Pois, com suas malditas assinaturas, eles tiraram as focinheiras dos pitbulls: deram sinal verde para os carrascos fazerem o que queriam, sem que os juízes sequer pudessem conceder habeas corpus.

    Eram 30 dias para os brutamontes nos moerem de pancada –e nem sequer este prazo eles respeitavam, no meu caso a incomunicabilidade durou 75.

    Então, sempre tive o mais absoluto desprezo pelo Delfim. E a mais profunda indignação por tão poucos lhe cobrarem as infâmias do passado, ao contrário, p. ex., do Major Curió e do próprio Ustra, cujos crimes são-lhes a todo momento atirados nas caras.

    Saber que o Lula esteve preso durante a ditadura e hoje se dá tão bem com o Delfim me deixa enojado. Apoio de alguém tão indigno é para ser recusado, não aceito.

    Nunca esqueço os companheiros que morreram por causa do arbítrio desmedido instalado no País a partir do AI-5. Foram cerca de 20, alguns bem jovens.

    Cada qual escolhe quem julga mais merecedor do seu respeito. Eu prezo muito mais meus companheiros mortos do que o Lula.

    Conquistei este direito nos porões, dos quais só saí vivo por acaso.

    Curtir

  9. “Cada qual escolhe quem julga mais merecedor do seu respeito.
    Eu prezo muito mais meus companheiros mortos do que o Lula.

    Conquistei este direito nos porões, dos quais só saí vivo por acaso.”

    Entendi sua posição.

    Mas o Brasil está lutando e conseguindo uma realidade social mais digna para seu povo.

    Não é necessário ” A tag facilita a localização.”

    Eu sei o que é colocar barata viva na vagina de mulher para torturá-la e ainda tem quem diga que foi uma DITABRANDA.

    Sei que os torturadores estão impunes no Brasil.
    Se essa corja de torturadores tivesse sido devidamente punida, o país teria dado um passo adiante. Agora, se no Brasil mesmo com nada sendo feito contra os ditadores ainda existem “liberalóides” que os defendem imaginem a dificuldade que será colocar em prática a reparação histórica.
    O que não se pode jamais é calar e 'esquecer porque já passou'.

    Isto eu nunca fiz e nunca farei.

    Mas, mesmo assim, o Brasil está lutando e conseguindo uma realidade social mais digna para seu povo.

    Obrigado.

    Curtir

  10. A tag facilitaria a localização de referências anteriores ao Delfim Netto, para você perceber que a minha opinião sobre ele há muito tempo é a mesma: considero os signatários do AI-5 tão culpados pelas atrocidades quanto os executantes diretos das torturas.

    Não havia intenção de ofensa, mas sim de deixar claro que a minha bronca é, em primeiro lugar, com o Delfim; em segundo com o Lula, por aceitar o apoio de gente desse tipo, e até salvá-la do merecido castigo (como quando evitou que o nefasto e nefando José Sarney fosse apeado da presidência do Senado).

    Se você conhecesse melhor o meu trabalho, saberia que eu só critico os políticos que são ou foram de esquerda quando eles transgridem valores fundamentais da esquerda.

    Então, ignoro a maioria das críticas ao Lula. Mas, nunca deixarei de criticá-lo por haver mantido a mesmíssima política econômica (neoliberal) do FHC e feito alianças desmoralizantes com vilãos do passado. São totalmente incompatíveis com os valores da esquerda.

    O resto eu sempre deixei barato.

    Curtir

  11. DEsculpe, mas voce quer negar todos os avanços que aconteceram no País. Voce é teoria demais e realidade de menos. É fácil cobrar de quem já fez …. mas na sua campanha voce está sentindo a realidade…. não é difícil conseguir ser eleito??????? E depois , se conseguir, vamos ver se consegue aprovar um só projeto!
    A realidade é dura…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s