QUEM COM CÃES SE DEITA, COM PULGAS SE LEVANTA

As acusações do condenado Marcos Valério ao ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (vide aqui) não devem ser aceitas como fiéis expressões da verdade, nem podem ser sumariamente descartadas como engodos para o operador do  mensalão  escapar das grades. Têm de ser investigadas.

Por dois motivos: sua indiscutível gravidade e o fato de que vieram acompanhadas de pistas concretas.

Então, cabe ao Ministério Público apurar que destino tiveram os dois depósitos de Valério na conta da empresa do ex-assessor da Presidência Freud Godoy em 2003; e se a fornecedora da Portugal Telecom em Macau transferiu mesmo R$ 7 milhões para o PT em 2005.

A falta de credibilidade de Valério enfraquece suas afirmações de que Lula manteve tais ou quais contatos, dando aval para isto ou aquilo. Mas, não exime as autoridades de investigarem o que pode ser investigado, ou seja, de seguirem o rastro do dinheiro.

Outras perguntas que não querem calar:

  • se Valério deu tais declarações à Procuradoria Geral da República no dia 24 de setembro, o que fez a PGR nestes dois meses e meio? Temos um novo  engavetador geral da República?
  • quando O Estado de S. Paulo recebeu as primeiras informações sobre o depoimento de Valério à PGR (publicadas no dia 01/11) e a íntegra das 13 páginas (que agora diz possuir)? Foram mesmo duas  entregas  diferentes ou já dispunha do material todo e optou por divulgá-lo seletivamente, esperando o fim do julgamento do  mensalão  para fazer as revelações mais contundentes? Enfim, está apenas se prestando a trombetear o que convém a terceiros ou tem com eles uma relação de parceria?
Para quem é do ramo, fica evidente a existência de duas forças contrárias atuando nos bastidores: uma para minimizar/acobertar o que porventura haja ocorrido e outra para fazer explodir mais um escândalo político.

Quanto ao  Estadão, um dia saberemos se atuou com motivações apenas midiáticas ou, como em 1964, tentando direcionar os acontecimentos. O certo é que pega muito mal um jornal tão pomposo e empertigado estar favorecendo as maquinações de um criminoso desprezível…

Já o Lula e o Zé Dirceu, sejam eles inocentes ou culpados, deveriam ter um mínimo de respeito por suas próprias histórias, jamais permitindo que sujeitinho tão ignóbil gravitasse em suas órbitas. Quem com cães de deita, com pulgas se levanta.

Anúncios

19 comentários

  1. Tenha paciência você, companheiro!

    Afora tudo que o Valério disse haver apenas presenciado ou tomado conhecimento –sem ter como provar, portanto–, há dados concretos que podem ser apurados numa investigação policial: as quantias que Valério teria repassado ao Lula e a grana dos portugueses para o PT.

    Depois de isto ter sido tão trombeteado pela mídia como foi, deixar de investigar seria a avacalhação suprema, a redução do Brasil a uma republiqueta ridícula. Até os manés perceberiam o acobertamento.

    Como não vivemos um momento revolucionário, a quem interessa a total desmoralização dos Poderes neste instante? Quem a poderá capitalizar: nós ou os fascistas?

    Pense nisto.

    Se o PT tivesse se mantido fiel às diretrizes de 1979, não teria havido mensalão, nem quadrilha da Rose, nem caso Celso Daniel, nada disso.

    Está pagando por se ter lambuzado com o poder. E nos fazendo pagar juntos, pois o descrédito acaba se estendendo a toda a esquerda, inclusive aos que se mantiveram íntegros.

    Curtir

  2. O trombeteamento pela mídia não caracteriza motivo algum para investigação. Vivemos num país que muitos morreram para que os direitos fossem respeitados e o primeiro a ser respeitado é o Estado de Direito. Há que haver provas cabais para que alguém seja processado, investigado e jogado às feras! E, caro Lungaretti, não vejo na imprensa reserva moral e ética para que aceitemos como confiáves nenhuma reportagens. Investigue-se por haver fatos comprobatórios, não manchetes de partidos políticos.

    Curtir

  3. Mas, se o indiscutível e já condenado OPERADOR de um ESQUEMA CRIMINOSO fornece dados concretos de algumas OPERAÇÕES de tal esquema, e isto é amplamente divulgado, que desculpa têm as autoridades para não apurarem se tais DELITOS ocorreram ou não?

    Não podemos decidir antecipadamente que o que foi denunciado seja verdade, NEM MENTIRA. Só uma investigação pode dirimir as dúvidas.

    Curtir

  4. Haroldo, aqueles que são perseguidos em função de sua atuação revolucionária no passado ou no presente, eu defendo.

    Mas, não vejo nada de revolucionário em desviar recursos públicos para subornar os 300 picaretas do Congresso e garantir uma governabilidade que não fez avançar a revolução brasileira um milímetro sequer.

    Hoje mesmo o Lula está dizendo que os empresários nunca ganharam tanto dinheiro quanto no governo dele.

    Diz orgulhar-se disto. Deveria é envergonhar-se. Não foi para enriquecer os ricos que nós o ajudamos no início da caminhada.

    Curtir

  5. Celso, não se trata de defender revolucionários ou suas ideias, isso tem mais a ver com verdades ou mentiras. Ora, se nas acusações ao Batistti era para o acusador livra a cara, por que no caso de Marcos Valério seria diferente? Não estou opinando sobre ideologias, somos seres que vivemos em grupos, devemos aceitar todas as diferenças de pensamentos, dizer que essa ou aquela maneira é errado vai de cada um. Agora, aceitar acusações a esmo de quaisquer um vai uma grande diferença! Meu primeiro pensamento é duvidar sempre de uma imprensa canalha, que é formada por homens idem, sem escrúpulos e que se venderam. Quero provas, material paupável para acusar alguém ou então devo achar correta a acusação do italiano pelo “domínio do fato”?

    Curtir

  6. Companheiro,

    no Caso Battisti não havia evidências a serem investigadas, apenas invencionices do Pietro Mutti que outros delatores premiados corroboraram porque era o que deles se exigia.

    Já nas denúncias do Valério existe até o recibo do depósito feito na conta do “faz-tudo” do Lula.

    O Lula e o PT têm de provar que o destino dessa grana (a que seria destinada ao Lula e a que os portugueses teriam repassado ao PT) era outro, caso contrário Deus e o mundo concluirão que se tratava de pura verdade e que ocorreu mais um acobertamento dos fatos.

    O grande problema é que, para cada passo em falso que você dá, acaba tendo de dar outro para tentar consertar, e isso nunca acaba. O grande erro do Zé Dirceu e do Lula é terem deixado vermes como o Valério se aproximarem.

    Curtir

  7. Haroldo Cunha você obrigou o Celso a se contradizer. As acusações contra o Battisti era de um bandido tentando se beneficiar da delação premiada. Já o Marcos Valério tem fé pública e o que diz tem procedência. Participei ativamente da campanha (na internet) pela liberação do Battisti. Mas como cobrar dos adeptos “quanto pior, melhor” do Psol solidariedade, já que o Celso para defender a campanha da direita para execrar os condenados da AP-470, ignora a própria constituição no seu art. 55, que é taxativa quanto à decretação de cassação de parlamentares no exercício do mandato.

    Curtir

  8. Galvão,

    do Mutti só havia AFIRMAÇÕES. Eu também defenderia enfaticamente que suas acusações não fossem levadas a sério se fossem só afirmações.

    Mas há os depósitos feitos na conta do “faz-tudo” do Lula e a grana que os portugueses teriam entregue ao PT.

    Se isto não for devidamente apurado, todos os cidadãos pensantes do Brasil e do mundo concluirão que houve ACOBERTAMENTO.

    Ainda mais a própria presidente da República participando da campanha de blindagem do Lula.

    Torço para que a investigação desminta o Valério. Mas, seria aberrante não haver investigação. Isto nos igualaria às repúblicas das bananas.

    Quanto à bobagem de que a Constituição obriga a cassação a ser feita pelos deputados, lembro pela enésima vez: nós não temos uma Constituição enxuta e sem contradições, temos um texto verborrágico com dispositivos que se contradizem, daí o campo inesgotável que os juristas têm, buscando as interpretações que mais lhes convêm.

    Então, o STF pode fazer a exegese que quiser, num sentido ou no outro, que embasamento legal haverá.

    Vejam, p. ex., esta abordagem aqui, não necessariamente correta, mas que dá uma boa idéia de quantas leituras diferentes se pode fazer de um mesmo tema: http://www.conjur.com.br/2012-dez-03/luiz-flavio-gomes-polemica-perda-mandado-excesso-regras

    O problema é que a VELHÍSSIMA esquerda atua monoliticamente, impondo tais simplismos à força de tanto os martelar, como se fosse uma miniatura do PIG.

    Eu tenho a coragem política de não fazer coro a esse panfletarismo exacerbado. E de apontar, p. ex., que confronto entre Poderes é algo muito sério e se trata de um risco que não vale a pena correr apenas para salvar os mandatos do Genoíno e do João Paulo Cunha.

    Algo tão extremo só faz sentido num período pré-revolucionário. E, decididamente, não é o caso neste instante. Se houver um vazio de poder, quem tem condições, recursos e know-how para aproveitá-lo á a direita golpista. Não nós.

    Curtir

  9. Celso, nada a ver seu post. O dinheiro destinado a empresa de Freud Godoy se trata de pagamento por serviços prestados paa a campanha, já devidamente comprovados na CPMI dos Correios

    paulao

    Curtir

  10. Ótimo. Então, se o Ministério Público investigar, ficará comprovada a inocência do Lula e a falsidade do Valério.

    Mais um motivo para que seja feita a investigação –a qual se tornou IMPRESCINDÍVEL depois da acusação do Valério, entregando até comprovante de depósito à Procuradoria Geral da República.

    Caso contrário, todas as pessoas isentas concluirão que houve ACOBERTAMENTO.

    Não queremos isto, correto?

    Curtir

  11. Celso, você fala em “acobertamento” e falo em defesa de direitos! Então estou errado e você certo? Amigo, morreria por ti para defender seus direitos e não aceito que se diga que alguém é culpado sem provas alguma até para investigarem essa alguma coisa! Não existe nada comprovando, materialmente, essas falácias macias que os “jornalistas” vomitaram! São apenas citações declaratórias, como era no teu tempo, um dedo-duro filho da puta dizia o que bem entendesse de alguém e esse alguém tava ferrado! Devagar, caro amigo, para destruir um sonho leva-se pouco tempo, para reconstruir, décadas! Nossas mentes foram obduzidas pelos capatazes da redentora e ainda não conseguimos recapturá-las!

    Curtir

  12. Haroldo,

    o jornalismo me ensinou a nunca estuprar o senso comum, sob pena de perder a minha credibilidade e passar a ser visto como um fanático tendencioso. Então, seja qual for a ideologia dos envolvidos, jamais coonesto absurdos.

    O que temos é simplérrimo: o STF decidiu que havia uma organização criminosa atuando nos altos círculos; o operador já condenado dessa organização criminosa fez acusações a alguém muito poderoso e apresentou provas materiais; então, se a denúncia for simplesmente ignorada, as pessoas isentas unanimemente concluirão que a denúncia era procedente, daí tantos terem se empenhado tanto para que não fosse apurada.

    Os Lulas e Dirceus jamais deveriam ter-se envolvidos com vermes do tipo do Valério. Se tivessem seguido os princípios marxistas, não estariam nessa roubada.

    Mas, preferiram tornar-se utlitaristas (“os fins justificam os meios”). Então, não só se complicaram, como estão dando trunfos monumentais para a desmoralização da esquerda.

    Muitos priorizam a salvação de pessoas. Para mim, a prioridade é sempre a revolução. Fico pasmo ao ver tanto empenho para livrar a cara de quem não honrou a própria trajetória e tão pouco empenho em defender a imagem da esquerda.

    A direita nos apresenta como um bando de sanguessugas utilizando o poder em benefício próprio. E a esquerda prefere tratar todos os internautas como fanáticos ou idiotas.

    Eu continuarei na minha: lutando para forjar outra esquerda, que não se emporcalhe toda ao assumir governos, esquecendo que tem é de assumir o poder.

    Pois, por enquanto, o poder econômico, aquele que realmente conta, continua nas mãos de quem sempre o deteve: a burguesia.

    Curtir

  13. “Nos três momentos mais importantes da história brasileira, a mídia estava do lado golpista, do lado das elites, contra o povo e a democracia.” Emir Sader.

    O jornalismo pode ter-lhe ensinado várias coisas e a mim também, que nem jornalista sou, principalmente que jornalismo não existe, existe a opinião do dono da empresa. Lula sabe disso muito bem e não vai dar murro em ponta de faca. Atitudes tidas como marxistas de nada adiantam quando não se possui o poder de perpetrá-las, o PT jamais foi poder nesses 10 anos, tentasse dar porrada na mesa e teríamos o STF a muito recebido sinal verde dos seus donos para dar o golpe hondurenho em primeiro lugar, paraguai aqui é pinto!! É população quem deve lutar por esse ideal, a mudança deve vir da base. Mas a cada eleição, fruto (dentre outros) da democracia participativa, estamos vendo que falta muito para adquirirmos consciência plena de que NÓS SOMOS O PODER! Direceu foi um idiota que pensou que podia peitá-los e se ferrou, não se destrói um esquema implantado a tempos nas instituições em pouco tempo, volto a esse tema. Quando houver jornalismo no Brasil, isso poderá melhorar, mas por enquanto, nada vejo para alentar-me quanto a isso!

    Curtir

  14. No entanto, a internet já nos permite criar poderosas correntes de opinião e até conquistar uma vitória IMPOSSÍVEL como a que arrancamos no Caso Battisti. Então, é mais do que tempo de recuperarmos a SUPERIORIDADE MORAL, ao invés de chafurdarmos nós também na podridão ambiente. Temos de ser os exemplos vivos de que outro mundo é possível.

    De resto, como disse o Plínio de Arruda Sampaio, se era só para gerir o Estado burguês no lugar dos serviçais da burguesia, praticando a mesmíssima política econômica do FHC, seria melhor o PT nem ter chegado ao poder.

    Eu sempre preferirei a opção do Allende: manter-se fiel às bandeiras e às promessas até o fim. Mas, Allendes há poucos.

    Curtir

  15. Sempre digo que ações (por favor, não acho que a luta armada foi radical, era necessária na época e pode vir a ser no futuro!) radicais nunca leva ninguém a nenhum lugar. Não creio na resistência armada que teria feito Allende, ele foi sim assassinado a sangue frio, inventaram essa de resistência para que a coisa ficasse melhor para o lado dos golpistas. É melhor transformá-lo em herói do que mártir! Em nossas relações familiares temos de negocar sempr, elevemos isso 10¹º e teremos o que faz Lula/Dilma com os golpista contra os quais você lutou na juventude e jamais, digo e repito, jamais sairam do poder. Basta qualquer faiscazinha que eles retornam com tudo, tem-se que derrotá-los dentro do campo deles, aprendermos como vencê-los é nossa única chance. A informação é a arma e eles detém essa arma, a internet não gera no seio do povo, nada mais do que “cosquinhas” para os pés dessa gente, podemos fazer algum barulho, mas as manchetes fazem muito mais, e nelas não existe razão e verdade, porém a lógica de “fazer crer na versão”, não nos fatos!

    Curtir

  16. Haroldo, não me importa QUEM esteja no poder, mas sim A POLÍTICA executada pelos que estão no poder. Então, é-me totalmente indiferente qual a sigla que vá gerir o Estado burguês para os burgueses.

    Nosso problema é colocar/sustentar no poder quem esteja disposto a arrancar o Estado das mãos dos burgueses e a concretizar a justiça social.

    Os Allendes nos dão uma esperança de um dia vencermos. Os Lulas nos iludem, fazendo-nos crer que conquistamos algo quando, propaganda e esmolas à parte, continuamos na estaca zero. São mais perniciosos para as massas, pois as desviam do caminho revolucionário.

    Curtir

  17. O estado é burguês, não tenho dúvidas, somos todos burgueses em tese, pois nobres não somos! Extra-burgos para ser mais correto comigo. Jamais chegaremos a utopia ideal, pois cada um possui a sua.
    Não creio em sacrifícios heróicos, Lula e Dilma alentam-me para um futuro a ser construido (em construção, embora vc não goste do que vê, tá no seu direito), conjuntamente com as forças reacionários é verdade, mas se tentarmos alijá-las, torno a repetir, surgirá um Berlusconi à brasileira e voltaremos a estaca zero.
    Não quero, concuindo, arrancar os burgueses do poder, pois no lugar retornarão os “nobres de sangue azul”. Será aqule velha história: “A volta dos que não foram”!
    Ou será que termos uma solução paracida com os que estão implantando em Utha, depois do recente massacre: ARMAR OS PROFESSORES???

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s