O PAPA FRANCISCO É UM DEMÔNIO?

Eu não iria tão longe, apesar das restrições que lhe faço por, no momento da verdade, ter-se comportado mais como Pôncio Pilatos do que como os primeiros cristãos –aqueles que preferiam ser martirizados no Coliseu do que renegar seus valores.

Aliás, nem creio que a revista Time tivesse a intenção de sugerir isto, ao fazer as pontas do “M” coincidirem com a cabeça papal, de forma a assemelharem-se a dois chifres. 

Os editores, certamente, apenas aproveitaram a oportunidade para uma hilária peraltice, com direito a bônus: a ampla  divulgação da marca  que os  sucessos de escândalo  propiciam.

Na condição de  pecador, contudo, o papa mais indigno desde Pio XII (aquele que foi conivente com o Holocausto) teria, sim, um lugar assegurado no inferno de Dante: por haver abandonado os fiéis argentinos e até seus irmãos franciscanos à sanha da ditadura militar, ele purgaria suas culpas no Nono Círculo, o lago Cocite. 
Mais precisamente, na Esfera da Caína, onde são punidos os traidores de seus parentes. Nela, as almas permanecem submersas com apenas o tórax e a cabeça fora do gelo:  “Mil outros via roxos tiritando/ Desde então de arrepios sou tomado/ Ante gélidos vaus…”. seu nome deriva de Caim, personagem bíblico que matou o irmão Abel por inveja. 
Justiça seja feita, Bergoglio não matou Orlando Yorio. Apenas lavou as mãos enquanto o coitado permanecia encapuzado, ameaçado de fuzilamento, amarrado a uma cama, privado de alimentação e do uso do banheiro, no principal centro de torturas de Buenos Aires.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s