MAFALDA VANNUCCI LUNGARETTI (02/05/1927 – 27/10/2013)

Torço para que minha mãe tenha encontrado a carona com que sonhava, para um plano superior e bem melhor do que este aqui. 
Fiz o que pude para torná-la mais feliz. Infelizmente, só chega à felicidade quem a procura e está aberto para ela. Freud tinha razão: são experiências longínquas as que moldam nosso temperamento, e poucos as conseguem transcender.  
Fiquei com aquela sensação de impotência, de quem percebe a causa mas não consegue alterar o efeito. E dois consolos, o de saber que não era culpado pela difusa insatisfação da minha mãe; e o de não haver poupado esforços para proporcionar-lhe alegrias.  
Se o além corresponder às suas crenças kardecistas, talvez ela agora se liberte do peso do passado ou das pendências de outras encarnações, reencontrando o otimismo perdido. Tomara.
Gente é para brilhar, disse o Caetano Veloso num momento inspirado.
Anúncios

3 comentários

  1. Tenho acompanhando algumas de suas pastagens. Dia desses disse a uma pessoa próxima a nóis dois que eu o achava um homem inteligente . Use-a agora para compreender o ciclo da vida. Costumamos nos esquecer…mas a verdade é apenas uma: a morte serve de pano de fundo para a vida. Abraços

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s