SERÁ ELE UM GENUÍNO INJUSTIÇADO?

A Câmara Federal avalia a possibilidade de trocar a cassação de José Genoíno pela aposentadoria. Tomara que isto seja viável. A esta altura da vida, ou do fim dela, não merece ser humilhado.
E, claro, de alguma forma o Supremo Tribunal Federal tem de assegurar que ele receba os cuidados médicos que sua condição impõe. A prisão domiciliar é a opção mais prática, sensata e humana. Tem meu total apoio.
Durante a minha militância nos anos de chumbo, a rigor, o único quadro do PCdoB que eu conheci bem foi o Antônio Ribas, presidente da União Paulista dos Estudantes Secundários, que depois seria executado no Araguaia. Boa gente, tínhamos um relacionamento cordial apesar de sermos adversários políticos. Não me parecia um candidato a guerrilheiro, fiquei pasmo ao saber o destino que tivera.
O Genoíno de que eu me lembro é o do PT. Só uma vez me chamou realmente a atenção. No comecinho do escândalo do mensalão, ele tutelou o Delúbio Soares quando este concedia uma entrevista a vários jornalistas. Tratou a imprensa a pontapés, culminando por acabar com o papo de supetão, quando não gostou de uma pergunta. Praticamente arrastou o Delúbio para longe. Este, todo sem jeito, olhou para os jornalistas e, com os braços, fez um gesto de “não tenho culpa, ele é quem manda”.
Assistindo ao episódio pela TV, pensei com meus botões que, se estivesse lá, jamais seria passivo como os colegas foram. Nunca consenti em que entrevistado nenhum, ou seu homem de imprensa, me tratasse com arrogância. Fui um jornalista muito cioso do direito a ser respeitado quando exercia meu trabalho. Cheguei a arriscar demissões para não engolir sapos.
A soberba do Genoíno, paradoxalmente, é o que me faz acreditar que ele possa mesmo ter assinado de boa fé os documentos que lhe colocaram sob o nariz (um empréstimo do PT junto ao Banco Rural). É o que o irmão dele alega, com aparente sinceridade. 
E também não tenho por que duvidar que Genoíno leve vida austera, ao invés de estar nadando em dinheiro como estaria se aproveitasse o sem-número de chances de enriquecimento ilícito que certamente estiveram ao seu alcance.
Olhando as coisas pelo lado dos ministros do Supremo, é óbvio que teriam de considerar a famigerada assinatura suficiente para o condenar, dentro da lógica que adotaram em todo o processo. 
Mas admito, sim, a possibilidade de que sua exagerada auto-suficiência o tenha levado a firmar algo em confiança, sem interessar-se por detalhes.
Além de atender às razões de saúde, a prisão domiciliar poderá ser a via para a correção parcial do que se constituiria numa injustiça. Se dificilmente será inocentado agora, que pelo menos consintam na sua permanência junto da família, inclusive à noite. 
“Pensai também nos tempos sombrios de que haveis escapado”, recomendava Brecht aos pósteros, no auge das perseguições nazistas. Alguma consideração merecem os que estiveram no olho do furacão.

P.S.: coloquei este texto no ar no final da manhã. No meio da tarde, o UOL publicou um artigo do Marcelo Coelho tratando do mesmo assunto: este aqui. Creio que ele será útil aos leitores para conhecerem melhor o assunto. Ainda assim, há um tanto de suposições nos motivos que levaram o STF a concluir que Genoíno sabia no que estava se envolvendo. Por meu lado, permito-me supor que ele possa ter passado batido por detalhes que chamariam a atenção de qualquer pessoa mais mundana e menos (exageradamente, repito) centrada em si própria.

Anúncios

5 comentários

  1. Gostaria que o Blog comentasse algo a respeito das Falcatruas do PSDB/DEM no Estado de São Paulo e também nos Governos anteriores a Haddad na Prefeitura de São Paulo.
    Bater só no PT já basta a Grande Mídia. Posta algo a respeito das falcatruas dos Tucanos em São Paulo, Minas.
    Um Grande Abraço.

    Curtir

  2. Companheiro,

    meu foco nunca foi o combate à corrupção, que considero uma bandeira da direita.

    Se você reler com atenção o que tenho escrito sobre o mensalão, o que eu analiso é o comportamento de pessoas da esquerda envolvidas num episódio da velha e imunda política oficial. O mensalão em si, Marcos Valério, Banco Rural, etc., nunca me interessou.

    Quanto aos tucanos, o que mais um homem de esquerda tem a esperar deles além de maracutaias? Eu tenho batido pesado no José Serra por conta de haver sido um companheiro no passado, inclusive presidente da UNE. Suas atitudes atuais me enojam.

    Ao Geraldo “Opus Dei” Alckmin eu recrimino por algo muito mais grave do que a corrupção política: o processo de fascistização em São Paulo, expresso na ocupação militar da USP e na barbárie no Pinheirinho, entre outros episódios.

    Esta é a minha linha, companheiro. Não me ocupo muito dos tucanos porque nunca esperei nada deles; e, francamente, hoje não espero nada de nenhum partido envolvido com a política oficial. A esperança está nas ruas, não nos palácios.

    Quanto ao PT, minha mágoa é maior porque dele esperei muito, inclusive como militante de primeira hora que fui. Ele se tornou um partideco igual aos outros mas, pelas promessas que fazia e pelas esperanças que despertou, isto o torna pior ainda do que os outros.

    Curtir

  3. Meu caro até compreendo a sua indignação com o PT, mas nos seus post você está mirando demais nos Petistas, só isso.
    Saindo um pouco do Campo Político gostaria que você postasse mais alguns vídeos de bang-bang, adorei ver aquele filme — Três Homens em Conflito, muito bom mesmo. Parabéns.
    Sem mágoas.
    Um Grande Abraço.

    Curtir

  4. Bernardo,

    também passo muito tempo sem falar nos petistas. É que eu abordo assuntos que estão no noticiário, no momento em que eles estão. Vai tudo do momento.

    Tendemos a repetir nos blogues o que fizemos ao longo da vida. Então, de certa forma eu coloco aqui o que colocaria numa coluna na imprensa, se ainda estivesse fazendo alguma.

    Como te disse, não entro nesse tiroteio de “Corrupto é você! Não, é você!”. Mas, quando os tucanos e os demoníacos atropelam os direitos humanos, sempre bato pesado neles.

    Não tenho achado com muita facilidade, no Youtube, os filmes que eu gostaria de disponibilizar, Bernardo. Mas, não é difícil você baixar aqueles que quer assistir ou gravar para ver futuramente. No meu ensaio sobre o western – http://naufrago-da-utopia.blogspot.com.br/2013/01/o-western-italiano-que-flertava-com.html – você encontrará uma boa relação de títulos importantes do gênero.

    Um abração!

    Curtir

  5. Valeu meu caro Lungaretti, vou atras dos filmes relacionados por você conforme indicação acima, adoro filmes de bang-bang, vou baixar, assistir e gravar se possível em DVD.
    Grato por tudo e prometo estar sempre presente lendo seus post.
    Um Grande Abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s