MISSÃO CUMPRIDA!

Estou numa idade em que não me faltam pique e lucidez para encarar as maratonas que me motivam, mas, cumprida a missão, o cansaço me adverte de que já não tiro a trabalheira de letra. 
As contas chegam depois. Como dizia o grande Paulo Vanzolini, “os pecados de domingo/ quem paga é 2ª feira”;
Sei lá até quando o fervor me manterá ativo durante o tempo necessário para atingir meus objetivos. O certo é que, se surgirem outras limitações (tenho má audição por cortesia do cabo Povorelli e minha perna incha facilmente em função de um atropelamento), lutarei contra elas também, como luto contra as atuais. 

Jamais poderia deixar o cinquentenário da grande mentira passar em branco. Por tudo que sofri, por tudo que companheiros estimados sofreram, tinha a obrigação de fazer o melhor possível, deixando meu testemunho sobre os horrores que nos atingiram quando deveríamos estar desfrutando nossos anos dourados.

Pelo contrário, travamos contato precoce com a morte de pessoas queridas e, os que sobrevivemos, saímos mais mortos do que vivos. Tenho a esperança de que estes escritos sinceros sirvam como alertas para as novas gerações, ajudando a imunizá-las contra a infestação virulenta do totalitarismo.

Eis a relação completa dos textos que lancei em função da efeméride funesta (clique p/ abrir):

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s