JORGE MAUTNER LOUVA A GENIALIDADE DESTE POVO SEM CATRACAS

“…as manifestações desde o início deste ciclo em junho do ano passado foram e são a exuberância da democracia. São os direitos humanos exercidos em sua plenitude.


A desobediência civil é essencial por ser o poder de dizer não e de reivindicar, de maneira pacífica e pacificante, os direitos básicos de sobrevivência digna e de cidadania. A desobediência civil é a irmã gêmea do direito de greve e do direito-dever de votar e, se assim quiser o eleitor, de não votar em ninguém, de anular o seu voto.

Desde o ano passado, quando nas primeiras manifestações, vi uma enorme faixa dizendo: ‘O gigante acordou!!!!’, vi o salto de uma sinapse. 


Nossos neurônios funcionam através de sinapses. Uma vez ocorrida essa sinapse, seus efeitos não têm retorno. É a partir desse novo patamar de desejos-descobertas e novas sínteses que se perpetua e se movimenta toda a história do autodenominado ser humano.

…Tudo hoje em dia é na velocidade da luz e tudo é simultaneidade, isto é, tudo ocorre quase ao mesmo tempo-espaço. Um exemplo disso é a atitude da volta por cima quando os grevistas metroviários ofereceram transportar passageiros sem cobrar nada. Situações novas e que trazem a genialidade deste povo brasileiro sem catracas!”

(trechos magistrais do artigo A praça é do povo como o céu é do condor, de autoria de 
um dos ícones da geração 68, o compositor, músico e escritor 
Jorge Mautner – leia a íntegra clicando aqui)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s