MUNDIAL2014/9º DIA: A BRUXA ESTÁ SOLTA.

Ao vencer a Itália por 1×0, a Costa Rica  selou a eliminação de mais uma seleção campeã do mundo. Os ingleses e espanhóis, já desclassificados, terão a companhia dos italianos ou dos uruguaios na volta precoce para casa. 
Ou seja, dos oito selecionados que conquistaram os 19 Mundiais anteriores, três não chegarão sequer às oitavas de final. Que arraso!
A lista só vai aumentar se acontecer algo extremamente improvável com o Brasil, a Alemanha ou a Argentina; mas, como o Sobrenatural de Almeida anda ativo como nunca, não boto a mão no fogo. 
Quanto à França, com duas vitórias e saldo de seis gols, a combinação de resultados que a derrubaria tem menos de 1% de possibilidade de ocorrer. Sem chance.
Não vejo os costarriquenhos como fadados a irem muito longe. Com seu esquema retranqueiro e uma dedicação extremada, venceram meio Uruguai (Suárez não jogou) e uma Itália que, no calor de Recife, derreteu como a mussarela de suas pizzas. É pouco para os desafios que estes azarões enfrentarão adiante.
Gol chorado de Ruiz: a bola quicou dentro e depois saiu.
Quando ainda tinham forças, os italianos quase marcaram, o que deixaria a partida à sua feição; Balotelli, contudo, perdeu uma chance incrível, ao tentar encobrir o goleiro Navas. Não fizeram, tomaram e lhes faltou fôlego para correrem atrás do prejuízo. 
Como, pela diferença de um mísero golzinho de saldo, o empate lhe bastará contra o Uruguai, a azurra ainda não está em situação desesperadora, conservando um ligeiro favoritismo. Será outra partida de arrepiar.
Quanto à França, simplesmente massacrou a Suíça: goleou-a por 5×2, desperdiçou um pênalti, só não marcou o sexto por questão de segundos (o árbitro encerrou a partida um átimo antes) e criou um rosário de outras oportunidades. Tem um time jovem e muito bem entrosado, com volúpia pelo gol. Benzema certamente se consagrará como um dos craques deste Mundial.
Mesmo assim, como nos 3×0 sobre Honduras, ficou a impressão de que a fragilidade defensiva do adversário facilitou tudo. A Suíça aceitou um gol de escanteio aos 16′ e entregou a bola para os franceses marcarem o 2º no minuto seguinte. Depois que a porteira foi escancarada deste jeito, era previsível que passasse uma boiada.  
Benzema colocou entre as canetas do goleiro
Enfim, quando a França enfrentar um selecionado menos ingênuo, saberemos se ela é tudo isso que parece. Por enquanto bateu em bêbados -aplicando-lhes sovas impressionantes, reconheçamos.
Quanto ao Equador, deu um duro danado para derrotar Honduras (2×1) e igualar-se à Suíça, no 2º lugar do grupo E. Mas, como terá pela frente a França, enquanto os suíços vão pegar a baba hondurenha, o mais provável é que os helvéticos acabem ficando com a vaga que resta.  
Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s