MUNDIAL 2014/17º DIA: BRASIL BALANÇOU, MAS NÃO CAIU.

Se, num Mundial disputado aqui, nosso herói é o goleiro, alguma coisa vai muito mal…
O travessão no apagar das luzes, a trave na cobrança de pênaltis e uma jornada inspirada do goleiro Júlio César salvaram o Brasil da suprema humilhação de ser eliminado do Mundial disputado em casa por um velho freguês sul-americano.

Após o 1×1 no tempo normal, 0x0 na prorrogação e 2×3 nos pênaltis, a seleção chilena sai glorificada, pois jogou de igual para igual com o pentacampeão, conseguiu reequilibrar a partida depois de ter tomado o gol e por um tris não viu recompensada a abnegação de seus atletas (que estavam visivelmente exaustos na prorrogação).

Nosso selecionado, pelo contrário, frustrou as esperanças de melhora ensejadas pela ilusória goleada sobre Camarões e tem de mudar quase tudo, da noite para o dia, se não quiser cair no abismo com o qual flertou neste sábado.
Dos jogadores do Barcelona que estavam em campo…
Os dois laterais são fracos na marcação e não têm feito grande coisa no apoio ao ataque.
O meio-de-campo só funciona na parte defensiva, mostrando total incompetência para fazer a bola chegar redonda aos atacantes. Os chutões varzeanos desferidos da retaguarda (recuso-me a utilizar o eufemismo ligação direta…) são patéticos num escrete que já teve Jair Rosa Pinto, Didi, Gerson, Falcão e outros que tais. 
Faz um bom tempo que não priorizamos a formação de jogadores aptos a cumprirem o papel de cérebros e maestros da equipe. Então, nada há a estranhar que nossa seleção hoje se mostre… descerebrada e desafinada! Ver os chilenos botando a bola no chão e os brasileiros apelando pro bumba-meu-boi quase me fez chorar.
Hulk só se salva pela transpiração, pois não tem qualidade técnica para vestir a gloriosa camisa amarelinha. A falha no gol de Alexis Sánchez foi ocasional, mas suas limitações se evidenciam partida após partida. [Também não se deve recriminá-lo por haver batido mal o pênalti que jamais deveria ter cobrado, pois estava em péssimas condições emocionais, tentando afoitamente compensar o erro cometido.] 
Fred, centroavante à antiga que não tem mais lugar no futebol atual, além de já sentir os efeitos da idade, só continua titular por teimosia do Felipão. E o desengonçado Jô, meramente mediano desde os tempos do Corinthians, conseguiu ser pior ainda. 
…só um se destacou.
Poderíamos, claro, atuar com um falso centroavante, mas esta saída óbvia se choca com a intransigência do treinador. Racionalidade nunca foi o forte dele.
Neymar se apequena quando a seleção mais depende dele. No 1º tempo, duas vezes teve o gol à sua disposição e refugou, preferindo dar mais um drible. 
E precisa parar de bater pênaltis: esperar que o goleiro escolha um canto para tocar no outro só funciona quando o arqueiro se precipita, como foi o caso de Bravo. Em 1986, contra a França, Sócrates aprendeu amargamente que, se o goleiro permanece estático, o atacante não tem mais impulsão para desferir um arremate forte.
Deus foi brasileiro desta vez, pois poucos centímetros determinaram que o arremate de Pinilla, no finzinho da prorrogação, explodisse no travessão ao invés de morrer nas redes. Mas, quem vive perigosamente acaba morrendo precocemente…
COM CAMISA AMARELA, JOGANDO UM FUTEBOL INSINUANTE, 
DE ENCHER OS OLHOS DO TORCEDOR. PENA QUE É A COLÔMBIA…

Enquanto peladeiros nos envergonhavam no Mineirão, um selecionado com uniforme parecido exibia no Maracanã o nosso futebol de outrora, com direito a golaço de James Rodriguez. 
James Rodrigues agora é o artilheiro da Copa
Outro de nossos tradicionais fregueses, o insinuante selecionado colombiano está bem melhor do que nós neste Copa e, se não sentir o peso da camisa, poderá nos castigar pelo que deixamos de ser. Hoje nem jogamos um futebol bonito, nem conseguimos nos tornar verdadeiramente competitivos; ficamos num intragável  meio-termo. 
De resto, a Colômbia mereceu amplamente os 2×0, mas os uruguaios podem queixar-se, com toda razão, de que a Fifa os derrotou nos bastidores bem antes dos adversários no gramado. 
Anúncios

4 comentários

  1. Náufrago: se não tiver o”apito amigo”(endeusado pelo Milton Neves),a”mão invisível”da FIFA e a interferencia da irresponsavel imprensa brasileira,o Brasil,perderá fácil pra Colombia! concordo com seu texto. agora,ver Luiz Carlos Jr. torcendo descaradamente pelo time do Brasil no”sportv”foi PATÉTICO! falando na nossa”imprensa”:essa mesma quer por que quer uma”final contra a argentina”.para ter o”duelo messi x Neymarketing. e se o Neymarketing,vencer o mesmo,será o”campo de libra”pra a grande imprensa Brasileira,neymarketing e patrocinadores. pior:essa mesma imprensa vai dizer em alto e bom som que essa copa foi comprada pelo governo Dilma. tudo isso para derrotala nessas eleições. pior,alguns blogs progressistas(eu diria petistas)e comentaristas petistas estão torcendo por isso. que o Brasil seja Hexa Campeão e que a dilma entregue a taça pro thiago silva. não vejo de outra forma. vão usar isso na campanha”fora guia eleitoral”,para queimar a Dilma. gostaria que o mesmo alertasse os demais.pois depois que fizeram com o uruguai(nota zero pro torcedor carioca que vaiou o uruguai),temo que”operem”a colombia. pois bola,a colombia tem pra ganhar fácil do Brasil!

    Curtir

  2. Leonardo, sobre o duelo Messi x Neymar: o argentino não foi bem na última Copa e nesta está arrebentando, então pode até ser que o o brasileiro ganhe o duelo… em 2018.

    Por enquanto, não dá nem pra saída, tanto na seleção quanto no Barça.

    O Messi conseguiu fazer um golaço nos acréscimos de uma partida encardida. Já o Neymar brochou nas duas vezes em que o Brasil precisava dele, contra o México e contra o Chile. O peso da responsabilidade ainda o deixa travado.

    Curtir

  3. A argentina pegou adversários obsoletos até aqui e mesmo assim os placares foram apertados: Nigéria(3×2), Irã(1×0), Bósnia(2×1) (Classe D do futebol mundial).

    Nem falar na Suiça das oitavas, classe C do futebol. os Hermanos terão um caminho tranquilo até as semi, pelas combinações de chave. vamos ver quando pegarem uma holanda pela frente, provavelmente voltarão para casa. Messi ainda não foi testado nesta copa. Quero ver a Argentina sair atrás do marcador contra a holanda e o Messi ajudar a mudar a partida.

    O time Argentino é horrível, ainda pior que o time Brasileiro. Não se vê uma organização em campo, uma tática refinada, apenas bons jogadores individulamente.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s