O BLOGUE "NÁUFRAGO DA UTOPIA" ATINGE A MARCA DE 1 MILHÃO DE VISUALIZAÇÕES

Inaugurado em 08/08/2008, este blogue acaba de atingir a marca de 1 milhão de visualizações de página -o que significa, em seus quase seis anos de existência, uma média de 460 hits diários (atualmente, está na casa de 750).

Segundo outra estatística, o número de computadores  que o acessaram, uma ou mais vezes cada, é de 350 mil. E os seguidores ultrapassam 700.

Acredito que sejam números expressivos no caso de um blogue individual, que não está hospedado em portais da grande imprensa nem é de filmes (só apresentando/disponibilizando, vez por outra, algum que encontra no Youtube e considera recomendável para seu público), não procura o sucesso fácil nem se limita a repisar visões dominantes -pelo contrário, muitas vezes marcha na contramão delas, por entender que assim estará servindo melhor aos leitores e cumprindo seu compromisso de estimular a reflexão crítica. Tenta ser um respiradouro, tanto em relação ao reacionarismo da grande imprensa, quanto ao sectarismo maniqueísta que cada vez mais se aprofunda nas redes sociais. 

Tais visitas foram originárias, principalmente, do Brasil (736 mil), EUA (128 mil), Rússia (25 mil), Alemanha (17 mil) e Portugal (15 mil). Fiquei surpreso ao constatar que 5.326 clicadas provêm da Malásia; serão de brasileiros ou portugueses?


Os textos postados estão na casa de 2,4 mil, sendo mais de 300 com o marcador Cesare Battisti; quando da libertação do escritor que a Itália queria silenciar, o total já era de aproximadamente 250. 


Foi a mais prolongada e –considerando-se a extrema desigualdade de forças–, surpreendentemente vitoriosa campanha assumida pelo blogue, que também se coloca/colocou ao lado:

  • do cineasta Roman Polanski; 
  • do ex-etarra Joseba Gotzon; 
  • de Julian Assange, Bradley Manning e Edward Snowden, que escancararam para o mundo a nudez do rei;
  • de Mauricio Hernandez Norambuena (há dúvidas sobre se agia como revolucionário ao ser detido, sendo, contudo, indubitável que sofre perseguição rancorosa e privação de direitos na prisão); 
  • da iraniana Sakineh Ashtiani, quase-vítima da intolerância medieval;
  • do povo palestino, por entender que as ocorrências na Faixa de Gaza são quase uma repetição do que se passou no Gueto de Varsóvia, com as vítimas de ontem no papel de algozes de hoje;

  • do movimento estudantil e da nova geração de jovens que combatem o capitalismo nas ruas, paradoxalmente enfrentando a hostilidade dos que fizeram o mesmo em 1968, mas foram sendo mudados pelo mundo à medida que não conseguiam mudar o mundo;

  • e do de um sem-número de humilhados e ofendidos no cotidiano brasileiro.   

Afora as lutas travadas contra as múltiplas facetas e manifestações do autoritarismo, inclusive no seio da web; e a defesa permanente dos direitos humanos, dos ideais revolucionários e da memória da resistência à ditadura de 1964/85 (da qual tenho orgulho de haver participado, ao lado de alguns dos melhores cidadãos que este país já produziu).


Por último: não dedico a 1.000.000ª clicada às criancinhas do Brasil. Não as encaro como pretexto para tiradas demagógicas, mas sim como permanente estímulo para darmos o melhor de nós na luta por uma sociedade igualitária e livre.
Anúncios

3 comentários

  1. Caro Celso
    Acesso sempre o seu blogue, gostos do filmes que você indica,discordo quase sempre, a forma do encaminhamento social, de suas opiniões, mas gosto de ver opiniões diferentes, aprecio sua honestidade, inclusive as repostas.
    Parabéns.
    Saudações

    Curtir

  2. Parabéns, Celso, por ajudar a oxigenar a blogosfera com este seu espaço de debate de ideias, onde os leitores podem respirar o ar puro da liberdade de expressão.

    Grande abraço

    Marcelo Roque

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s