O TÉCNICO QUE MAIS AVACALHOU NOSSA SELEÇÃO EM TODOS OS TEMPOS AINDA SE ACHA NO DIREITO DE PROCESSAR ALGUÉM!

Luiz Felipe Scolari, o treinador responsável pela vexame supremo e pela pior goleada sofrida pela Seleção Brasileira de futebol em 100 anos de história e mais de mil partidas disputadas, considera-se no direito de processar alguém que o criticou. Vai levar à Justiça o agente de jogadores Wagner Ribeiro, por ter postado a seguinte mensagem no twitter, durante o Mundial 2014 da Fifa:

Seis quesitos para ser técnico da Seleção Brasileira. 1- Ir treinar a seleção de Portugal e não ganhar nada. 2 – Ir para o Chelsea e ser mandado embora. 3 – Ir treinar no Uzbequistão. 4 –Voltar ao Brasil, pegar um time grande e rebaixá-lo para a segunda divisão. 5 – Pedir demissão 56 dias antes do final do campeonato para ‘escapar’ do rebaixamento. 6 – Ser velho babaca, arrogante, asqueroso, prepotente e ridículo.

Só não me solidarizo inteiramente a ele, subscrevendo todos os quesitos, porque meus princípios me impedem de endossar insultos. Mas afirmo categoricamente que os cinco primeiros são a mais pura expressão da verdade. Desses eu assino embaixo.

E considero que quem reduziu a frangalhos o prestígio de um escrete pentacampeão mundial pode até deter o direito legal de acionar alguém, mas moral, NÃO!

Ele deveria humildemente reconhecer que os brasileiros, todos os brasileiros, tinham motivos de sobra para desabafar, depois de haverem sofrido decepção tão terrível. Se achou muito, deveria lembrar o inferno pelo qual o grande goleiro Barbosa passou em 1950.

Aliás, cá entre nós, a culpa do Barbosa foi muito menor que a do Felipão. O primeiro falhou em apenas um gol uruguaio, enquanto nossos atacantes desperdiçavam um rosário de oportunidades.

Já o Scolari, simplesmente, falhou em tudo: na convocação, na escalação, nas substituições, na estratégia de jogo e na prostração com que assistiu à Alemanha marcar gol após gol, abdicando de comandar quando o comandante mais se fazia necessário.

Naquele instante, merecia que alguém lhe dissesse: “Vada a bordo, cazzo!“.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s