LOBÃO NA BERLINDA: TOMARA QUE CAIA!!!

Lobão deve ter ficado assim ao saber da denúncia
Não sou religioso, mas vou acabar acreditando que Deus escreve mesmo por linhas tortas.

Pois, segundo o Congresso em Foco (vide aqui), um dos beneficiários do propinoduto da Petrobrás dedurado por Paulo Roberto Costa é o Edison Lobão, que foi ministro de Minas e Energia entre 2008 e 2010, durante o governo Lula, e voltou a ocupar a Pasta em 2011, nela permanecendo até hoje.

Eis o que eu escrevi sobre mais este Lobão nocivo em outubro de 2008, sem que os grãos petistas dessem a mínima:

Participando de um evento em SP, Lobão fez elogios entusiásticos ao ditador Ernesto Geisel e ao regime militar, que, para ele, “foi um momento em que o Brasil reencontrou seu futuro, sua vocação para o desenvolvimento.”
Segundo Lobão, aquela fase de torturas e genocídios não deve nem mesmo ser qualificada como ditadura, pois “ditadura mesmo foi com o Getúlio [Vargas]”.
Este é o exemplo que Lobão segue e apregoa
Para o ministro de Lula, o período de arbítrio mais recente não passava de “um regime de exceção, autoritário, com Constituição democrática, que fazia eleições regularmente”.
Deu para entender? “Regime de exceção, autoritário”, todos sabem, equivale a ditadura. Lógica também não é o forte desse ministro que começou na Arena (partido de sustentação do regime militar), passou pelo PFL/DEM e agora é um dos representantes do PMDB no Governo Lula.
As eleições feitas “regularmente” (ou seja, nem sempre, pois podiam ser suspensas por ordem da caserna) não impediam que os eleitos fossem destituídos, quando não se vergavam suficientemente aos tiranetes de plantão. Até governadores acabaram defenestrados e o Congresso Nacional várias vezes esteve fechado para expurgos.
Afora, claro, o fato de que durante 21 anos o Brasil teve seus presidentes da República eleitos “regularmente” pela alta oficialidade militar e mais ninguém.
Finalmente, a tal “Constituição democrática” tinha o nome alternativo de Ato Institucional nº 5 e completará 40 anos no próximo dia 13 de dezembro.
Ou seja, por absoluta falta de vergonha na cara dos petistas, um reaça empedernido como este, fã de carteirinha do ditador Geisel, permanece até hoje sendo ministro de um governo dito de esquerda.

Torço para que o desfecho do episódio atual venha a ser o mesmo daquela velha marchinha carnavalesca:

Já estou cansado de pedir,
tomara que caia -me parece, vai cair-
CAIU!!!
Anúncios

2 comentários

  1. Não vejo por quê.

    Aliás, os crimes contra a humanidade cometidos pela ditadura brasileira foram tão hediondos que eu sempre advoguei que dessem a quem os nega no Brasil o mesmo tratamento que é dado a quem nega o Holocausto nos países do 1º mundo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s