MATADOR À SOLTA!

Esta notícia me deixou profundamente chocado, tanto que a transcrevo na íntegra. É da repórter Giba Bergamim Jr., da Folha de S. Paulo, e acaba de ser colocada no ar pelo UOL:
A Justiça mandou soltar o policial militar preso na última quinta-feira (18) acusado de matar um camelô durante uma blitz na Lapa, zona oeste paulistana.
Imagens gravadas por testemunhas mostram o momento em que o soldado Henrique Dias Bueno de Araújo dispara sua pistola .40 com a mão direita, depois que o ambulante Carlos Augusto Muniz Braga tenta arrancar um spray de pimenta que estava na mão esquerda do PM. O tiro atingiu a cabeça de Braga, que conseguiu correr alguns metros antes de cair.
O ambulante foi levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos –segundo a polícia, ele chegou sem vida ao hospital.
O PM foi preso em flagrante por homicídio e levado ao presídio militar Romão Gomes no mesmo dia.
Porém, na noite de sexta (19), a Justiça emitiu um alvará de soltura em favor de Araújo. Em depoimento à polícia, ele disse que o disparo foi acidental.
CRIME EM ABRIL 
Araújo já responde a um outro caso de homicídio.
Ele atirou contra um morador de rua, há seis meses, também durante uma abordagem policial, quando tentou abordar um homem que empurrava um carrinho de ferro-velho pela rua.
Segundo a PM, o morador de rua teria se negado a parar e usado um facão para ameaçar Araújo e outro soldado que o acompanhava.
Araújo teria atirado duas vezes nas pernas do homem, que continuou a ir na direção dos policiais.
O soldado então atirou no tórax do homem, que morreu. A vítima não foi identificada até hoje
Não costumo desejar o mal para ninguém, mas desta vez abro uma exceção: será uma Justiça poética se a próxima vítima do matador fardado for o juiz que, inacreditavelmente, o botou na rua, quando só há dois locais apropriados para ele: a prisão ou o manicômio judicial.
Anúncios

7 comentários

  1. Lembro que numa entrevista do secretário de Segurança de São Paulo,(pouco tempo atrás) por razão de mais uma ação criminosa de um policial militar, ele disse que o governo do estado esta empenhado em combater estas ações ISOLADAS cometidas por maus policiais. E ainda teve o descaramento de dizer que tais atos ISOLADOS não podem manchar a imagem da Instituição. Olha, quem mora na periferia, assim, como eu, já esta mais que acostumado a presenciar estes “atos isolados” desta policia. Semanas atrás, em mais uma abordagem de jovens aqui da região, um policial, só de sacanagem, quebrou a muleta de um rapaz que estava com a perna engessada, só porque o mesmo disse que não era marginal. Enfim, coisas deste tipo acontecem diariamente por estas bandas. Normal, até pq a Policia Militar serve, exclusivamente, como cão de guarda de certos governantes…Um abraço, Celso

    Marcelo

    Curtir

  2. Meu caro Marcelo,

    não fiquei surpreendido com os assassinatos em si (pois episódios desses estão, infelizmente, tornando-se corriqueiros), mas com a existência de um juiz capaz de considerar legítima defesa o uso extremamente desproporcional da força.

    Aliás, em ambos os casos. Um tentou (segundo a versão do PM) tomar-lhe o spray e levou bala. Que enorme ameaça o spray representava, a ponto de justificar a pena capital instantânea?

    O outro, embora baleado nas pernas, estaria ameaçando o grande homem com uma FACA!!!

    Ora, acreditar que um manquitola com arma branca fosse perigoso a ponto de justificar disparos de arma de fogo é coisa de quem nunca conheceu a realidade das ruas. Eu, chegando aos 64 anos, conseguiria facilmente me defender de alguém nessas condições, ou apenas distanciar-me.

    Enfim, as duas alegações do assassino são risíveis à luz do senso comum.

    Abs.

    Curtir

  3. Anônimo,

    ambulantes e mendigos não são delinquentes. Não passam de coitadezas tentando sobreviver à terrível desigualdade social que existe no Brasil.

    Não merecem ser executados por um agente do Estado flagrantemente descontrolado, que jamais deveria ter voltado tão depressa às ruas depois do primeiro episódio.

    É assustadora a complacência da instituição com a violência desmedida. Um sujeito desses deveria, no mínimo, ter recebido cuidados psiquiátricos e depois sido incumbido por um bom tempo de tarefas burocráticas.

    Eu não me alinho com a delinquência, mas sim com os valores e práticas da vida civilizada.

    Curtir

  4. Claro que mendigos e ambulantes não são delinquentes.
    Delinquente é o ambulante tentar tomar o spray de pimenta das mãos de um policial que NÃO O ESTAVA UTILIZANDO, invalidando a tese de legítima defesa (nem mesmo preventiva!).
    O engraçado é que muitos blogs (inclusive o seu) JAMAIS se pronunciaram quando policiais são mortos em legítima defesa da população, ou são simplesmente assassinados por marginais, assim que são identificados como tais.
    Muitas coisas acontecem por policiais serem “concursados”, e não PREPARADOS em cursos equivalentes ao segundo rau, e que fazem a PROVA FINAL para verifica se são realmente adequados para a função.
    Porém, no presente caso, o policial que atirou no ambulante (que no momento era apenas um transeunte, pois não estava vendendo nada), foi em legítima reação a uma AGRESSÃO oportunística e gratuita a um funcionário público em legítimo exercício da sua função legal.
    Certamente, o seu desejo ao mencionar uso desproporcional de força, estaria a desejar que após a agressão do falecido, fosse este educadamente e delicadamente admoestado a não fazer tal “coisa feia” de agredir um policial.
    Quem sabe em países marxistas os policiais agissem dessa maneira…

    Curtir

  5. Primeiro, ANONIMO,se você se ACHA porque é de direita, e acha que o outro é pior porque é de esquerda, já começou errado…Vejo imbecilidades dos dois lados, um lado não é melhor que o outro…Outra: Ele não é OBRIGADO a colocar nada, coloque você, se acha tão importante defender policiais corruptos, QUE ESTÃO DO LADO MAIS FORTE porque ESTÃO ARMADOS e porque TEM UM TRIBUNAL MILITAR que OS FAVORECE e não PRECISA de gente que os proteja…AGORA SO FALTAVA ESSA o cara NÃO PODE SE DEFENDER DE UMA JORRADA DE SPRAY NA CARA, tem que DEIXAR o policial JOGAR A MERDA NA CARA DELE…ele não tava usando? OHHHHHH e porque o ambulante tentou tirar da mão dele? Porque não gostou da cor que não combinava com a farda? Faça-me o favor..servidor cumprido a lei…essa é boa..cumprir a lei agora é matar pessoas….Se ele ta defendendo um cara que não fez nada e foi morto E LEVOU A PIOR, porque deveria defender o policial que ta vico e foi inocentado? Porque é um puxa saco da ditadura? a faça-em o favor…não fala merda…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s