JARBAS PASSARINHO MORRE 7 MESES DEPOIS DE BRILHANTE USTRA

Passarinho e Médici

Morreu aos 96 anos o tenente-coronel Jarbas Passarinho, que foi ministro de Costa e Silva, Médici, Figueiredo e Collor. 

Será sempre lembrado pela frase com a qual tentou justificar seu voto a favor da promulgação do Ato Institucional nº 5, na reunião ministerial que mergulhou o Brasil no terrorismo de Estado sem limites, dando aos agentes da repressão política a certeza de que torturas, assassinatos, estupros, ocultação de cadáveres e outros crimes seriam não só relevados, como recompensados com a Medalha do Pacificador:

Às favas, sr. presidente, neste momento, todos os escrúpulos de consciência!“.

.

Uma interessante gravação de Ary Toledo no período ditatorial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s