MESMERIZADA PELA INDÚSTRIA CULTURAL, A HUMANIDADE AFUNDA NUM NOVO TIPO DE BARBÁRIE.

A NAÇÃO MAIS DESENVOLVIDA ELEGEU UMA CRIATURA DA INDÚSTRIA CULTURAL (extrato)

Por Mário Sérgio Conti

…as luzes da razão científica transmutaram-se em mistificação massificadora. Hollywood, o rádio, desenhos animados, o jazz e o pop configuravam a indústria cultural. Ela é o triunfo da mercadoria e do mito sobre o esclarecimento libertário.

 

As usinas da cultura oferecem produtos que são sempre a mesma coisa: mais uma novela, uma série de internet, um blockbuster, um best-seller, um meme, um funk pancadão. Na cela de seu celular, ou ante uma pergunta do Enem, o homem automático se crê livre.

 

Trump quando comandava o reality show O aprendiz

Divertir-se, para ele, significa teclar um like e mudar de tela, estar de acordo com a vida mutilada. Por isso, Adorno e Horkheimer afirmam que a humanidade, ‘em vez de entrar numa condição verdadeiramente humana, afunda num novo tipo de barbárie’.

 

…A nação de maior desenvolvimento científico e cultural da Terra, de bem assentada democracia, elegeu (1) uma criatura da indústria cultural.

 

Um astro de reality show será presidente. Trump é uma figura do progresso. Seu modo de comunicação preferido é o Twitter. Seus comícios combinam a oratória de um rapper com a de um comediante de stand-up. Tem a retórica violenta de um blogueiro. 

 

Reagan: canastrão em Hollywood e na Casa Branca

O racismo, a demagogia e a agressividade de Trump condizem com a tecnologia mais avançada. Com a combustão tóxica de forma adiantada com conteúdo atrasado, venceu os partidos tradicionais, a grande imprensa, os institutos de pesquisa, as opiniões bem estabelecidas, o venerado Obama e o sistema político inteiro.

 

Sua oponente, representante politicamente correta de Wall Street, teve mais votos populares. Mas Trump foi eleito segundo as regras da democracia americana. Elas permitem que possa deflagrar, sem consulta ao Congresso, uma guerra nuclear (2).

 

…Onde outros enxergavam caricaturas políticas e divertimentos inócuos, Adorno apontou as semelhanças entre a opressão fascista e a liberal. Onde o irracionalismo anárquico dava o tom, ele auscultou os mecanismos ocultos da exploração do capital.

1) já o havia feito: Ronald Reagan, que cumpriu dois mandatos presidenciais na década de 1980, tinha sido locutor de rádio, ator de cinema e apresentador de TV. Seu papel mais lembrado é o de delator dos colegas durante o macartismo. 

2) Torçamos para que ele ainda seja capaz de distinguir a realidade do faz-de-conta dos entretenimentos baratos e não sinta vontade de imitar os presidentes de filmes de sci-fi, que desencadeiam o apocalipse nuclear…  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s