GRAVAÇÃO ADULTERADA É DO TIPO ‘MADE IN PARAGUAY’: CORTARAM MAIS DE 6 MINUTOS!!!

Ricardo Molina, o perito contratado por Michel Temer para verificar a idoneidade da gravação da conversa incriminatória que o procurador-geral da República Rodrigo Janot e o ministro do Supremo Edson Fachin abençoaram, declarou nesta 3ª feira, 23, que suas suspeitas de adulteração da fita do diálogo entre Joesley Batista e o presidente se transformaram em certeza após um estudo mais aprofundado que realizou.

Ele constatou ser inteiramente correta uma análise divulgada pela rádio CBN, que, após comparar o som de fundo da gravação com a programação original, concluiu que houve um corte de mais de seis minutos na gravação. “A CBN é a mais autorizada, ela tem o programa inteiro. O que eles fizeram está correto”, afirmou Molina à repórter Ana Carla Bermúdez, do UOL Notícias.

“Agora não tem mais discussão”, diz Molina. “A gravação foi editada e está faltando um pedaço dela, um pedaço grande. Pode ser um pedaço só ou podem ser vários pedaços, mas seis minutos é inaceitável.”

E agora, Janot? E agora, Fachin? “A noite esfriou, / o dia não veio, / o bonde não veio, / o riso não veio / não veio a utopia / e tudo acabou / e tudo fugiu / e tudo mofou”.

Foi com base nessa fajutagem made in Paraguay que vocês botaram o País de pernas pro ar?! Peçam pra sair, rápido!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s